fbpx




Francisco Maia
Presidente do Sistema Fecomércio-DF (Fecomércio, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio)

É melhor um profissional treinado do que dois universitários com diploma, ensina a sabedoria popular. A força do treinamento profissional se impõe cada dia em tempos de desemprego. O setor produtivo tem necessidade de investir em educação profissional, seja para capacitar os empregados ou os próprios empreendedores. Essa é a grande novidade: resolver o problema nas duas pontas.

Foi para corrigir esse imbróglio que o Senac-DF lançou na quinta- feira passada o Programa Senac Comércio – “A Experiência Ve nde “. O projeto criado por experts, com cursos estratégicos para empresas, previu uma formação específica e personalizada, para o conhecimento. Informações excessivas e fraca formação pouco resultam. Para um profissional nota dez, é fundamental grande capacitação. Nessa linha começa a revolução na nova capacitação para o emprego.

É preciso saber qual a mão de obra que o mercado empregador precisa e quais os cursos que podem ser criados para capacitar os trabalhadores. O Programa Senac Comércio é novo e criativo porque oferece rápidas capacitações, que geram melhores resultados nos negócios. Os principais alvos são a qualificação profissional para todos os empregados do comércio, formação para gestores e empresários que desejam se manter em sintonia com as exigências de um mercado cada vez mais competitivo, assumindo a necessidade de aprimoramento profissional ao longo da vida.

Os homens nunca usaram totalmente os poderes que possuem para promover seu crescimento, porque esperam que algum poder externo faça o trabalho pelo qual são responsáveis, ensinou John Dewey, pedagogo americano que morreu na metade do século passado. Exatamente essa é a novidade que o Senac vem a oferecer. O Programa Comércio ” A Experiência Vende ” demonstra que todos podem crescer quando estão unidos. A experiência vence.