fbpx

Academia da beleza

A empresária Maria José Rabelo dos Santos, 61 anos, sempre teve o sonho de montar seu próprio negócio na área de beleza. De origem humilde, a maranhense veio para Brasília em 1978 em busca de um futuro melhor para ajudar os pais a sustentar os oito irmãos. Conseguiu estudar e se tornou funcionária pública de um órgão do Governo Federal onde trabalhou até se aposentar. Formada em Administração de Empresas, antes da aposentadoria, planejou realizar o antigo sonho e, pensando em oferecer um serviço de excelência no salão de beleza que pretendia montar, decidiu pela qualificação profissional. “Busquei uma instituição que me desse essa oportunidade. E o Senac me deu as ferramentas para que eu pudesse abrir meu negócio”, diz Maria José, que já tinha um estúdio em casa, “mas era muito amador”.

No Senac, na unidade de Sobradinho, ela fez os cursos de Maquiagem Social e Cabeleireiro. “Escolhi o Senac porque sei que as pessoas formadas pela instituição têm mais credibilidade. É uma instituição reconhecida por colocar no mercado de trabalho bons profissionais”, explica Maria José. “No Senac me senti acolhida, a instituição me passou todas as oportunidades, participei de atendimentos sociais e fui escolhida para a competição Prêmio Excelência Senac de 2018, onde fiquei em 4º lugar”, completa a empreendedora, que começou a trabalhar aos 16 anos.

“Meu primeiro emprego foi como telefonista na prefeitura da minha cidade. Comecei cedo por necessidade. Cheguei em Brasília aos 20 anos e em 1980 trouxe toda a minha família”, conta a empreendedora, que inaugurou o Studio M – Academia da Beleza (Quadra 2, setor comercial A – Sobradinho/DF) em abril deste ano.