em Notícias

A Faculdade de Tecnologia Senac-DF implementou uma Fábrica de Software para que os alunos tenham a oportunidade de ter contato com uma experiência profissional em relação ao desenvolvimento e comercialização de sistemas, além de divulgação de suas atividades no meio acadêmico e empresarial. O projeto, em vigor desde o primeiro semestre deste ano, garante que os integrantes participem do desenvolvimento de projetos reais de sistemas de informação e ofereçam serviços para empresas parceiras e para a própria faculdade.

Segundo o professor Roberto Shaefer, responsável pelo projeto, hoje a Fábrica de Software acadêmica é um diferencial nas faculdades e universidades. “A vantagem é treinar o aluno diretamente para o mercado de trabalho. Na faculdade ele faz o curso e já sai com experiência, pois atuam na fábrica exatamente como ocorre nas empresas”, explica. Roberto acrescenta ainda o desempenho que os alunos já estão demonstrando. “Eles nos surpreenderam muito com a dedicação. Trabalharam final de semana, em casa, trocaram muitas informações, disponibilizando tudo na nuvem. São de um profissionalismo fora de série. A experiência está sendo positiva tanto para nós, educadores, quanto para eles, alunos”, comemora.

A aluna Daniele Gonçalves Souto, 22 anos, do quinto semestre do curso de Gestão da Tecnologia da Informação, faz parte da fábrica desde a criação e já participou da finalização de um projeto para o Prêmio Excelência Senac-DF. A equipe começou o planejamento de um outro aplicativo, agora para a própria faculdade. “A fábrica é um grande apoio aos estudantes que ingressam na faculdade sem muita experiência e conhecimento técnico. Podendo optar por participar desse propósito ficamos mais confiantes das nossas capacidades. Além de desenvolver na prática toda a teoria assimilada no decorrer do curso, temos a oportunidade de conhecer ferramentas e técnicas inerentes à outros cursos e que colaboram para o nosso aperfeiçoamento”, destaca.

A fábrica de software da Faculdade Senac-DF conta com um quadro de professores experientes para o desenvolvimento dos projetos e sistemas de informação, junto aos alunos. Além disso, há laboratórios modernos à disposição e que atendem perfeitamente as necessidades de uma fábrica. Os estudantes participantes, além de receberem o certificado de estágio e de aptidão ao mercado de trabalho, também poderão participar do projeto como bolsistas do Programa de Incentivo à Pesquisa. São oito bolsas-monitoria, com duração de quatro meses, podendo ser renovadas por mais cinco, no mensal correspondente a 30% do valor da mensalidade em forma de desconto, não cumulativo com nenhum outro desconto. A renovação está condicionada a pontualidade da entrega e a qualidade do trabalho realizada, bem como da continuidade do vínculo institucional do aluno, da aprovação nas disciplinas cursadas e da adimplência junto a Faculdade de Tecnologia Senac-DF.

Conceito

O termo em inglês “Software Factory” (fábrica de software) foi empregado pela primeira vez em 1969, pela japonesa Hitachi, mas só se tornou popular no início dos anos 90. A ideia era aplicar conceitos da indústria em geral em ambientes de desenvolvimento de software, de forma a aumentar a produtividade e diminuir os prazos e custos dos projetos de software. O conceito de fábrica de software abrange mais do que a codificação, pois o que identifica uma fábrica é um conjunto de processos e métodos bem desenvolvidos, a fim de se ter maior maturidade e produtividade, isso torna o processo mais independente do fator humano.

A fábrica conta com estudantes dos cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS) nas etapas do projeto, no desenvolvimento e na implantação de sistemas de informação; de Gestão em Tecnologia da Informação (GTI) na gerência dos projetos e na gestão e no acompanhamento das etapas em desenvolvimento de sistemas de informação; de Gestão Comercial (GC) no desenvolvimento de projetos de comercialização dos produtos gerados; de Gestão de Recursos Humanos (GRH) e de Gestão Pública (GP) na convocação e na alocação de recursos em suas áreas afins; e de Marketing (MKT) na divulgação dos produtos gerados e das atividades da fábrica.