Yeni Müzikler

Lideranças da Fecomércio e do Senac participam do lançamento do Plano Estratégico do Distrito Federal

O diretor regional do Senac-DF, Antonio Tadeu Peron e o presidente do  Sindicato do Comércio Varejista de Materiais de Construção (Sindmac-DF), Carlos Aguiar, participaram, na manhã de quinta-feira (30), no Memorial JK, do lançamento do Plano Estratégico do Distrito Federal 2019-2060, que engloba um conjunto de iniciativas, metas e ações que projetam a cidade até o seu centenário. Estruturado a partir da ótica das entregas de resultados para a sociedade, o plano está dividido em oito eixos temáticos: Gestão e Estratégia, Saúde, Segurança, Educação, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente.

“É a primeira vez que vejo um planejamento a longo prazo. Com as constantes mudanças pelas quais passamos, é um programa que certamente precisará de atualização, mas ele dá um rumo, e esse rumo, pela primeira vez, eu vejo planejado para daqui a 40 anos. A nossa cidade deixou de ter um planejamento ordenado, foi construída pensando em ter 650 mil habitantes há 60 anos e há mais de 30 nós já superamos esse número. Depois tivemos problemas de loteamentos que surgiram, alguns clandestinos, que acabaram, por força da evolução da ocupação, sendo regularizados. Eu acho que se já tivéssemos tido um planejamento muito maior do que simplesmente inaugurar a cidade, nós a teríamos hoje bem melhor”,

afirmou o diretor do Senac, destacando que o projeto é grande e de interesse para o desenvolvimento das atividades da instituição

“A participação do Senac não foi só um apoio mas também como interesse para sabermos para onde vamos. Nós também queremos estar presentes e até abrir nossas unidades onde a população estiver, saber qual a necessidade que irá existir, enfim, é um projeto que todo cidadão deve conhecer”, concluiu.

O Plano Estratégico do Distrito Federal 2019-2060 é dividido em quatro etapas temporais, abrangendo um período de 41 anos. O primeiro foco começa em 2019; o segundo vai de 2020 a 2023; o terceiro, de 2024 a 2030; e o quarto, de 2031 a 2060. O plano foi pautado em fundamentos que se desdobram na razão de ser do Distrito Federal. O primeiro deles é a vocação de cidade-síntese do futuro.  O segundo traz o compromisso com os cidadãos para construção de legados para as próximas gerações. Já o terceiro fundamento é a promoção de políticas públicas de competências de estados e municípios. A meta é que o planejamento estratégico 2019-2060 seja consolidado como um plano de Estado e não apenas de governo. Por isso, o GDF propôs ao Poder Legislativo a aprovação de uma emenda à Lei Orgânica do DF que garanta a perenidade do plano estratégico, tornando-o referência obrigatória para a elaboração dos projetos orçamentários – Plano Plurianual (PPA), Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) e Lei Orçamentária Anual (LOA).

mersin escort mersin escort Maltepe escort porno Çekmeköy Escort izmit escort pendik Escort porno izle sex hikayeleri porno mersin escort