fbpx

Senac-DF forma primeira turma de jovens que cumprem medidas socioeducativas

Vinte e três jovens que cumprem medida socioeducativa de internação concluíram na tarde desta quarta-feira (6) os cursos de Aprendizagem Comercial em Serviços Administrativos oferecido pelo Senac-DF nas Unidades de Internação de São Sebastião e de Planaltina. A qualificação faz parte de um projeto que reúne diversas instituições do Distrito Federal e tem como objetivo contribuir para a ressocialização de adolescentes e jovens a partir do acesso à profissionalização. Devido às medidas adotadas pelo governo do DF para combater a pandemia do novo coronavírus, entre elas a recomendação do isolamento social, a cerimônia de encerramento foi simbólica e realizada por meio de webconferência com a participação dos alunos, instrutores, representantes do Senac-DF e das instituições parceiras.

A capacitação dos jovens só foi possível devido a um termo de adesão assinado, em maio do ano passado, entre o Senac-DF, o Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal e Tocantins (MPTDFT), o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), e outros órgãos. Idealizadora do projeto, a procurada do Trabalho Ana Maria Villa Real Ferreira Ramos, participou da webconferência, parabenizou os alunos e agradeceu ao Senac pela parceria. “Eu acredito nesse projeto, acredito que a aprendizagem tem esse poder de transformar as pessoas. Ela é muito além de uma mera qualificação, de uma profissionalização, ela consegue realmente transmitir valores, fazer com que os adolescentes aprendizes vivam uma formação cidadã porque além da parte técnica, ela traz vários ensinamentos voltados às relações interpessoais, meio ambiente, tabagismo, enfim, acho que a aprendizagem tem essa capacidade de realmente transformar”, declarou. “Quero agradecer ao Senac mais uma vez pelo comprometimento, pelo entusiasmo com o projeto, pelo viés humanista. Eu saio desse projeto muito melhor, muito maior e muito mais humana do que eu entrei. Para mim é um caminho sem volta ter mergulhado nesse projeto”, completou a procuradora.

À frente do projeto no Tribunal de Justiça do Distrito Federal, a juíza Lavínia Tupy Vieira Fonseca, da Coordenadoria da Infância e da Juventude (CIJ), destacou a importância da qualificação para os jovens e o envolvimento das pessoas para mudar o caminho deles. “Hoje, quando vocês olham para trás, vocês têm condições de ver como eram antes do curso e como vocês estão hoje depois do curso. Houve todo um trabalho realizado com vocês de aprendizagem, não só da profissão em si, mas de uma postura de vida, de como estar frente a um cliente, a um empregador, como vocês devem conversar, como devem agir, se vestir, tudo isso fez parre desse curso que vocês receberam. E acima de tudo vocês tiveram mais, tiveram a grande oportunidade de nesse período de 10 meses receberem um salário e terem a carteira de trabalho assinada. Isso facilita muito o ingresso em um emprego formal”, destacou a juíza Lavínia. “É uma satisfação, uma emoção ver cada um de vocês concluindo o curso e recebendo, em breve, o certificado. Isso mostra que houve uma transformação, um processo de transformação por parte de cada um de vocês”, afirmou.

Gustavo Guimarães, diretor de Educação Profissional e Tecnológica do Senac-DF além de agradecer às parcerias e aos profissionais envolvidos no sucesso do projeto, falou sobre a importância do trabalho do Senac. “Uma das grandes preocupações do Senac, enquanto instituição, que olha com igual valor para a educação e para o trabalho, é fazer que essas duas realidades estejam cada vez mais próximas. E quando nós fomos provocados a sair daquela oferta convencional, daquele olhar sobre a educação que já fazemos muito bem no contexto do País, e nos deparamos com o desafio de levar essa rica experiência para dentro de uma unidade de internação, com as características que vocês conhecem muito mais do que nós, temos que agradecer. Agradecer a todo o apoio e agradecer aos jovens, porque se eles não quisessem, não ia acontecer. Agradeço a toda essa turma do bem que acredita que é possível um mundo diferente, um mundo muito melhor por meio de um processo de educação e aprendizagem que faça sentido à vida das pessoas”, afirmou, mandando um recado aos jovens. “Conte conosco. Vocês são o sentido de todas as mãos que se uniram nesse processo para que vocês tivessem um universo de outras possibilidades e novas escolhas. Cuidem-se, porque nós acreditamos em vocês”, concluiu.

Curso
As aulas do curso Aprendizagem Profissional Comercial em Serviços Administrativos para os adolescentes e jovens vinculados à medida socioeducativa de internação tiveram início em 27 de maio de 2019 nas Unidades de Internação de Planaltina e de São Sebastião, beneficiando no início 27 alunos. A turma de Planaltina contou com 12 aprendizes e todos concluíram o curso. A turma de São Sebastião começou com 15 jovens e 12 concluíram o curso. Todos os alunos foram selecionados pela Secretaria de Justiça do Distrito Federal, por meio das próprias Unidades de Internação.

Coordenado pela unidade do Senac em Sobradinho, o curso de aprendizagem teve duração de dez meses e carga horária total de 800 horas, sendo 400 teóricas e 400 de prática profissional, realizada na própria unidade de internação. Os jovens tiveram a carteira de trabalho assinada e receberam o salário de acordo com as horas trabalhadas, tendo o salário mínimo como referência.

O projeto-piloto de capacitação de adolescentes e jovens em cumprimento de medida socioeducativa de internação foi realizado por meio de Acordo de Cooperação Técnica firmado entre o Ministério Público do Trabalho, a Procuradoria Regional do Trabalho da 10ª Região (PRT-10), o Ministério da Economia, a Superintendência Regional do Trabalho no Distrito Federal (SRTb/DF), Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), a Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (SEJUS), a Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF), o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e, por meio de Termo de Adesão, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

mersin escort | mersin escort Maltepe escort, porno, Çekmeköy Escort | izmit Escort | Kartal Escort | Kurtköy Escort | pendik Escort | Tuzla Escort | ümraniye Escort