fbpx

Senac participa de debate sobre Política Distrital de Qualificação Profissional

O diretor regional do Senac-DF, Antonio Tadeu Peron, participou, na manhã desta sexta-feira (13), do Seminário Política Distrital de Qualificação Profissional, da Secretaria de Trabalho do Distrito Federal, que teve o objetivo de colher sugestões para elaborar melhorias na Política Distrital de Qualificação Profissional (PDQ), junto ao setor produtivo, entidades representantes dos trabalhadores, secretarias de governo envolvidos em projetos de qualificação profissional e a rede de instituições qualificadoras do Distrito Federal.

Compondo a mesa de debates do segundo dia do seminário, o diretor do Senac, Antonio Tadeu Peron, falou sobre a atuação da instituição no Distrito Federal, as parcerias realizadas, a oferta de cursos gratuitos, entre outras questões. “Precisamos desenvolver muito mais a comunicação para não nos sentirmos perdidos dentro daquilo que sabemos fazer, e que o governo possa entender que essas instituições que já operam hoje, têm a expertise na formação, na qualificação e na requalificação das pessoas”, destacou Peron, lembrando que o Senac-DF tem parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio da qual qualificou, em quase um ano, mais de cinco mil pessoas, e que o mesmo poderia ser feito com a Secretaria do Trabalho. “Tudo que a Secretaria do Trabalho vier a fazer, basta apenas que defina o que quer, o Senac tem os instrutores e os professores disponíveis. E ainda podemos customizar algumas coisas. Então os braços fortes que o governo não tem, eles existem e estão aí à disposição. Nós somos uma instituição que está aqui para somar”, acrescentou.

Peron explicou ainda que a atualização dos cursos do Senac é feita permanentemente junto do Departamento Nacional, que pesquisa todas as atividades possíveis de mudança, e também junto à base sindical da instituição no DF. Outra forma de definir os cursos ofertados é ampliando a linha de relacionamento. “Estar aqui hoje é uma das formas de tentar reciclar os nossos cursos, porque a cada encontro nós ouvimos um posicionamento que depois é levado para o nosso corpo técnico para ser analisado. As entidades hoje de qualificação e de requalificação vêm executando bastante, de maneira muito apropriada, o papel que a elas é destinado”, diz o diretor.

Presidindo a mesa de trabalhos, o secretário adjunto do Trabalho, Ivan Alves, explicou que o seminário tinha por objetivo colher as sugestões, tanto do mercado produtivo quanto dos trabalhadores, das cooperativas, dos empreenderes, para que a Secretaria de Trabalho pudesse melhorar a proposita de decreto e os demais documentos que comporão a Politica Distrital de Qualificação. “É importante ressaltar que o que levou a gente a rever a questão da política de qualificação foi que a anterior data de 2010, então a gente de fato precisava fazer uma revisão de todo o arcabouço jurídico que nos dá sustentação. Outro fator é termos que nos adaptar às questões trabalhistas das relações de emprego, para isso constituímos um grupo de trabalho para estudar tudo o que está sendo tratado nessa questão”, explicou o secretário adjunto.

Além do secretário adjunto do Trabalho, Ivan Alves, e do diretor regional do Senac-DF, Antonio Tadeu Peron, compuseram a mesa de debates o diretor regional do Senai, Marcos Secco, e a pró-reitora de ensino substituta do Instituto Federal de Brasília, Virgínia Barbosa Lobo da Silva.

mersin escort | mersin escort Maltepe escort, porno, Çekmeköy Escort | izmit Escort | Kartal Escort | Kurtköy Escort | pendik Escort | Tuzla Escort | ümraniye Escort