fbpx

Senac realiza avaliação final para aluna que representará a instituição em competição nacional

O Senac promoveu nesta sexta-feira (9), na unidade de Gastronomia, o simulado final da competidora Glenda Costa, que representará o Distrito Federal na segunda edição das Competições Senac de Educação Profissional, a ser realizada entre os dias 20 e 23 de novembro, no Hotel Senac Ilha do Boi, em Vitória (ES). Glenda competirá na ocupação Cozinha e preparou, para convidados, pratos que serão apresentados durante sua prova. Participaram da avaliação o diretor regional do Senac-DF, Luiz Otávio da Justa Neves, a diretora interina da Divisão de Educação Profissional, Elidiani Domingues, e o assessor executivo da Direção Regional, Alexandre Chitarrelli Torres.

De iniciativa do Departamento Nacional, a competição exigirá um desempenho de excelência em cinco ocupações: Cabeleireiro, Cozinha, Cuidados de Saúde e Apoio Social, Serviço de Restaurante e Estética e Bem-Estar. O departamento regional do Distrito Federal contará apenas com a representante na ocupação de Cozinha, que participou das avaliações realizadas em quatro etapas que teve, no início, 12 candidatos. A primeira etapa foi uma entrevista com todos os candidatos, onde foram eliminados quatro. A segunda etapa foi uma avaliação comportamental feita por meio de testes psicológicos, realizada com oito candidatos, onde foram eliminados mais quatro. Na terceira etapa, que consistiu em uma avaliação prática com elaboração de um prato, participaram quatro candidatos e dois foram selecionados para a final. A avaliação técnica que se deu durante um mês de acompanhamento com os dois candidatos selecionados nas etapas anteriores. Desses dois, a selecionada foi a competidora Glenda Costa.

Confiante no trabalho realizado pela equipe do Senac, formada para o desenvolvimento da competidora selecionada, e no talento e dedicação de Glenda nos meses de treinamento, o diretor regional do Senac-DF, Luiz Otávio da Justa Neves, acredita que a competidora mostrará tudo que aprendeu na instituição. “Nós temos segurança pela qualidade de ensino que nós temos aqui nessa área e pela estrutura que temos e oferecemos à aluna para desenvolver seu potencial. A expectativa é a melhor possível. Tenho certeza que ela vai se sair muito bem e representará adequadamente o Senac-DF”, afirmou o diretor Luiz Otávio.

A simulação realizada nesta sexta-feira encerrou os quatro dias de avaliação que o Senac propôs a Glenda. Desde terça-feira, a competidora vem preparando pratos com ingredientes que serão pedidos na competição nacional. “Esse simulado retrata exatamente o que vai acontecer lá no momento de prova. Lá serão também quatro dias de provas com esse mesmo tema e com os avaliadores e visitantes observando a prova”, destaca Rodrigo Coura, supervisor técnico do projeto Competições Senac. “O objetivo de trazer os convidados para provar os pratos foi para pressionar a competidora e fazer com que ela se sinta mais pressionada, como ela vai se sentir lá na competição com o público assistindo. É importante ter um público agora para criar um peso maior para ela de responsabilidade”, conclui Rodrigo.