fbpx

Conquistando o próprio negócio

Após se afastar do mercado de trabalho por sete anos para cuidar dos filhos, a brasiliense Cleide Verediano Siroli, 46, decidiu voltar como empreendedora. Procurou por franquias de lanchonetes, lojas de roupas, entre outras, mas não conseguiu achar uma que se encaixasse no seu perfil. Com um sobrinho e o marido, Cleide decidiu abrir uma padaria. Acharam o local ideal e fizeram os projetos para montar o empreendimento. Antes, porém, ela procurou capacitação na nova área e fez no Senac o curso de Padeiro. A qualificação lhe deu segurança para enfrentar os novos desafios, já que teve que assumir a produção dos pães de uma padaria que adquiriu 15 dias após o início das aulas. Depois de cinco meses como empreendedora, Cleide comemora o sucesso de seu negócio localizado em Taguatinga Norte.

A princípio, eles iriam começar do zero. Pensavam em comprar um terreno para construir a padaria. Antes de dar andamento ao planejado, ela decidiu fazer o curso para saber exatamente como funcionaria o negócio. “Sempre tive vontade, sempre gostei de cozinha e decidi fazer o curso. Depois de 15 dias de aula, apareceu uma padaria já montada, que estava quase fechando e decidimos investir nela. O local já teve vários donos, o que fez com que os clientes se afastassem. Então aproveitamos a estrutura e os funcionários, investimos nos produtos, entramos de peito aberto mesmo”, explica.

O conteúdo do curso superou as expectativas de Cleide, pois ela teve que assumir a função de padeiro no novo negócio, pois o antigo profissional resolveu sair. Mesmo assim, ela conseguiu produzir os pães. “Com um mês de curso fiquei sem o padeiro e tive que assumir. Eu saía do curso, ia para a padaria fazer o pão para assar no outro dia. Tive que arregaçar as mangas e mesmo sem ter terminado o curso eu tive que encarar. Isso mostra que o curso já tinha uma base muito boa para dar andamento ao negócio. Eu tive que tentar, ter coragem, porque não podia ficar parada de braços cruzados sem melhorar o meu empreendimento. Deu certo, graças a Deus”, comemora. A padaria chama-se Partinni.